sexta-feira, 6 de fevereiro de 2009

-Se você acha que deve, vá!

-Se você acha que deve, vá!
Não tenha medo! Você apenas tem que estar consciente de seus atos, não importa quais forem eles!
Vá, se você acha que deve, mas vá pra bem longe, mesmo estando ao lado de quem tu gostas, pense longe, pense alto, sem medo!
Apenas não tenha medo, pois se você acha que deve.
Se tu acha que deve, vá sem medo.

-Eu vou, e vou na certeza que vou de uma vez, sentirei falta de todos que fizeram parte da minha vida.
Caso eu sinta que nada está valendo a pena, eu volto, volto com a consciência tranqüila de que fui e tentei, nada de arrependimentos, ficarão lembranças de bons momentos.
Vou sem medo, sem medo de me perder, sem medo de sofrer, vou porque quero, vou porque eu sei que com você serei feliz.
Eu vou, eu acho que devo ir, então eu vou.

-Foi... Você foi com um certo medo de realmente se entregar e ir, você foi, mas seus pensamentos e seu coração ficaram aqui, mas, você foi , foi e deixou tudo aqui.
Foi mas voltou, quando você foi não tinha muito o que ir, junto a você ..
Você acha que deve vá, e você foi ..
Foi, foi sim mas voltou , voltou porque sua ida foi porque você achou que deveria ir .

-Eu fui e levei o medo comigo, fui por causa dele, fui por ele, porque sem ele eu pensava que nada mais teria sentido mais eu fui. Fui mais deixei aqui todos os outros que me fizeram crescer, deixei aqui metade de mim, deixei minha vida inteira para trás.
Voltei, porque aqui existia algo que me puxava, algo que me fez voltar. Ele ficou lá, sem mim, e eu fiquei aqui sem ele.
Eu sei, eu espero que ele volte, ele irá voltar, voltará porque ele sabe que aqui está quem ele mais precisa para ser feliz. Se ele acha que deve voltar ele virá.

-Não tenha certeza que ele irá voltar, porque voltar depois de ir não é fácil pra quem já foi e já volto mais de uma vez.
Mas ele tem um lado bom, nunca te disse adeus.

- Tenho a certeza que ele irá voltar porque muitas coisas por aqui o prendem, família, amigos e eu, lá está algo que ele deseja, algo que ele sonha. E aqui estou eu algo que ele tem que ele possuí, algo que ninguém vai tirar dele.
Ele já foi já volto, e fará isso quantas vezes achar preciso fazer, ele ficará nesse vai e vem ate quando conseguir.
Ele sempre vem, ele sempre vai, um beijo na testa de despedida, um olhar sublime de volto em breve, mais nunca, nunca, nunca um adeus.

- O que importa é o que virá depois de tantas vindas, idas. Tantas voltas, dúvidas, que ficaram para trás junto com o passado de lagrimas que tu derramaste por este amor que dentro de você vive a cada dia maior.
Um dia, será hoje, ou esse um dia possa ser em breve, ou até mesmo nunca chegar por ser tarde demais!
Viva o hoje, viva você, viva a vida, viva, mas viva com felicidade, porque o amor é felicidade.



Por :Sabrina Garcia e Andre Leon


2 comentários:

Big Dull disse...

isso é quase um confessionário. rss mas falando sério, falta a certeza de que realmente valeu ou está valendo a pena. Afinal, ir e vir pode representar uma indecisão ou busca de algo que falta. Quando falta é por que não está completo. Ou seria um senso de aventura que fala mais alto na cabeça de muitas pessoas. E esse senso de aventura é cruel por que as vezes amamos cegamente mas não somos capazes de viajar nesse amor por que o mundo lá fora é muito provocativo e enfeitiçador, dai viajamos fora e o que é pior, acabamos muitas vezes "viajando na maionese".

(•Luα disse...

Tem um presentinho pra você lá no meu blog.

Passa lá!
bjs!!

http://paradisodipiacere.blogspot.com/2009/02/por-natty.html